segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Música no carro

Em L.A., obviamente, tive que alugar um carro. A cidade, literalmente, não permite que você ande ou use o sistema público de transporte pois andar por uma cidade tão grande quanto essa é loucura completa e, além do mais, o transporte público cobre apenas parte da cidade e exige uma capacidade de entender mapas que eu, definitivamente, não tenho. Assim, nada como um carro (de preferência bem grande) com um GPS.


Dito isso, há os engarrafamentos. Contra os engarrafamentos, só mesmo música. Assim, comprei 4 CDs e coloquei na disqueteira do carro. São discos recentes e quero passar brevemente minha opinião sobre eles.


Disco 1 - R.E.M. - Accelerate



É o R.E.M. de volta à bela forma da época de Automatic for the People e Out of Time. Músicas sensacionais, agradáveis de se ouvir, que dão vontade de cantar junto. Valeu cada centavo do meu dinheiro. E esse disco ainda me deixou mais feliz ainda por ter comprado às cegas ingressos para o show do grupo no RJ em Novembro. Será uma excelente apresentação, tenho certeza.


Nota: 8,5 de 10



Disco 2 - Madonna - Hard Candy

Meus comentários acima sobre o novo disco do R.E.M. se aplicam também ao novo da Madonna, só que no universo do Bizarro, onde tudo é o oposto do que é no mundo normal... Porcarias de músicas eletrônicas, com mistura de hip hop e batucadas nojentas. Nada que lembre a Madonna original, de Like a Virgin. O show dela até pode ser bom mas certamente não será por causa desse disco.

Nota: 1,5 de 10

Disco 3 - Metallica - Death Magnetic

É o Metallica se esforçando para voltar às suas raízes de metal pesado e corrido, no estilo de Ride the Lightning. Não consegue, claro. Apesar de algumas canções nesse estilo, eles logo se socorrem de mais melodias que agradam todo o tipo de público. Mas foi uma boa tentativa, certamente anos luz à frente de Load e Reload...

Nota: 6 de 10

Disco 4 - Enya - Amarantine

Ok, esse disco não é novo. Foi lançado em 2005 mas é o último da Enya e comprei pois em 11 de novembro ela vai lançar outro, chamado And Winter Came.

Bom, eu compro Enya para escutar Enya, com toda aquela melodia estilo medieval que ela faz. Não tem muita novidade nesse disco. É mais do mesmo. Não prejudica nem enaltece sua discografia. Tenho medo que, se ela tentar algo diferente, se transforme numa Madonna Celta...

Nota: 7 de 10

Um comentário:

  1. Você está virando blogueiro profissional! É isso aí!

    ResponderExcluir

Pensem antes de escrever para escreverem algo com um mínimo de inteligência. Quando vocês escrevem idiotices, eu apenas me divirto e lembro de Mark Twain, que sabiamente disse "Devemos ser gratos aos idiotas. Sem eles, o resto de nós não seria bem sucedido."